Top 10 dos mais ricos da indústria manufactureira

Redacção: LN
Fotografia: DR

A fortuna dos 10 mais ricos da indústria manufactureira está avaliada em 155,7 mil milhões de dólares

O Top 10 é liderado pelo bilionário alemão Reinhold Würth, detentor de um conglomerado de 400 empresas distribuídas por mais de 80 países. Integra também o indonésio Michael Hartono, proprietário da marca de cigarros Kretek Djarum, seguido pelo chinês He Xiangjian, o co-fundador da marca de electrodomésticos Midea. África está representada pelo nigeriano Aliko Dangote, dono da Dangote Group, que investe nas indústria de cimento e de açúcar.

Conheça os 10+

1. Reinhold Würth nasceu na Alemanha a 20 de Abril de 1935 e detém uma fortuna avaliada em 28,7 mil milhões de dólares (USD), fruto de um legado iniciado pelo pai com um pequeno negócio. A trajectória profissional começou quando tinha apenas 14 anos, na empresa paterna, e três anos depois concluiu a formação como vendedor grossista, destacando-se na Câmara do Comércio e Indústria.

2. Michael Hartono nasceu na Indonésia, no dia 2 de Outubro de 1939. Acumulou um património de 23,6 mil milhões USD e é actualmente o segundo homem mais rico da Indonésia, estando atrás do seu irmão. Ambos são proprietários da Kretek Djarum, marca de cigarros fundada pelos seus pais. Além de serem proprietários da maior empresa de tabaco da Ásia, os irmãos Hartono têm negócios na área tecnológica, como a marca de aparelhos electrónicos Polytron.

3. He Xiangjian nasceu na China a 5 de Outubro de 1942 é o co-fundador da marca Midea, uma das maiores fabricantes de electrodomésticos chineses. A sua fortuna está actualmente estimada em 21 mil milhões USD, tornando-o um dos mais ricos do gigante asiático.

4. Takemitsu Takizaki nasceu no Japão a 10 de Junho de 1945 e tem uma fortuna estimada em 18,7 mil milhões USD. O bilionário nipónico é o fundador de uma fábrica

de sensores de automação, sistemas de visão, leitores de código de barras, marcadores de laser, entre outros instrumentos electrónicos.

5. Jim Ratcliffe é engenheiro químico nascido no Reino Unido a 18 de Outubro de 1952, e o CEO da INEOS, multinacional da indústria química. Sediada em Londres, a companhia está organizada em cerca de 20 unidades de negócios autónomos. Com uma fortuna avaliada em 18,2 mil milhões USD, Ratcliffe, foi considerado o homem mais rico do Reino Unido até 2018.

6. Goh Cheng Liang tem um património estimado em 11,3 mil milhões USD. Nascido em Singapura em 1927, seis anos após fundar a Wuthelam Holdings, em 1962, tornou-se o maior distribuidor de tintas da Nippon Paint, por sua vez o maior fabricante de tintas do mundo. Em 2020, Goh filho concluiu um acordo que permitiu à empresa do pai assumir formalmente o controlo da Nippon Paint, fusão que adicionou aproximadamente 3,8 mil milhões de USD ao património.

7. Li Shuirong nasceu na China em 1956 e é actualmente o presidente do Zhejiag Rongshenh Holding Group, que opera na petroquímica, logística e imobiliário. Li começou no mundo dos negócios no segmento da carpintaria, em 1989, e hoje é o detentor de uma fortuna avaliada em 10,9 mil milhões USD. Este ano, a empresa assinou um contrato milionário com a Saudi Aramco, empresa de energia e de produtos químicos, obtendo uma participação de 10% por 3,4 mil milhões de dólares.

8. Viktor Rashnikov nasceu a 13 de Outubro de 1948 e é o maior accionista da Magnitogorsk Iron and Steel Works (MMK). Com uma fortuna de aproximadamente 10,5 mil milhões USD, o bilionário começou a carreira como mecânico na MMK em 1967, e foi galgado até chegar a quase 100% do capital e tornar-se presidente.

9. Aliko Dangote é o único africano do TOP 10. É nigeriano, nasceu a 10 de Abril de 1957 e é considerado o homem mais rico do continente-berço. Dono do Dangote Group, a sua fortuna avaliada está avaliada em mais de 10,5 mil milhões USD. Os seus investimentos são sobretudo na indústria do cimento e do açúcar.

10. Anthony Pratt nasceu na Austrália, a 11 de Abril de 1960. Tem uma fortuna avaliada em mais de 9,8 mil milhões USD, sendo presidente-executivo da Visy Asia-Pacific, a maior empresa privada australiana responsável pela produção de embalagens e reciclagem, a qual foi fundada pelo seu avô paterno. É também proprietário da Pratty Industries, a quinta maior empresa de embalagens de papelão ondulado dos Estados Unidos e a maior empresa privada de embalagens de papelão ondulado 100% reciclado do mundo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Solverwp- WordPress Theme and Plugin