Investimento estrangeiro em Angola regista redução de 5%

De acordo com o Relatório Económico Anual 2023, elaborado pelo CINVESTEC – Centro de Investigação Económica da Universidade Lusíada de Angola, o investimento estrangeiro em Angola caiu 5% em 2023, reduzindo dos 71,7 mil milhões de dólares para 67,9 mil milhões de dólares em comparação com o período homólogo de 2022. A baixa, segundo o documento teve que ver com os seguintes factores: reduções nas rubricas de investimento directo (menos 2 mil milhões de dólares); empréstimos (menos 2,4 mil milhões de dólares); e créditos comerciais (mais 0,9 mil milhões de dólares). Esta redução de 2,4 mil milhões de dólares, por incapacidade de contratar nova dívida em condições favoráveis, foi o principal factor da falta de divisas, tal como refere o relatório.

Ainda, com base no documento, o investimento angolano neste período, com excessão ás reservas do BNA – Banco Nacional de Angola (BNA), passou de 34,9 mil milhões de dólares (32,3 mil milhões de euros) para 32,3 mil milhões de dólares (29,9 mil milhões de euros), uma queda de 7,4%. O relatório sinaliza que as exportações totais neste período decresceram 26% em acumulado, de 50,1 mil milhões de dólares para 37 mil milhões de dólares e as exportações petrolíferas também caíram 27%, baixando dos 47,5 mil milhões de dólares para 34,7 mil milhões de dólares.

Por outro lado, a pesquisa refere que Angola observa uma ação oscilante no combate à grande corrupção, um fenómeno cujos impactos do passado persistem no presente e com efeitos prejudiciais ao ambiente de negócios do país. o Relatório Económico Anual 2023 da CINVESTEC, apontou também que, no país tem se observado uma “acção oscilante no combate à grande corrupção, com períodos de maiores actividades, seguidos por longos períodos em que a visibilidade da acção se atenua.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Solverwp- WordPress Theme and Plugin