Angola participa de evento dirigido à alta finança internacional

Representado por uma delegação chefiada pela ministra das Finanças, Vera Daves, Angola integra a lista de países participantes das Reuniões de Primavera das Instituições Bretton Woods, que acontecem de 15 á 21 de Abril,  em Washington, nos Estados Unidos da América.

Com objectivo de abordar a conjuntura macroeconómica internacional, bem como, debater e analisar questões concretas relacionadas com o cenário regional africano, o ciclo de reuniões anuais do Grupo Banco Mundial,  e do Fundo Monetário Internacional, congregará as principais figuras do sector económico e financeiro internacional, durante várias reuniões de alto nível dirigidas aos responsáveis máximos dos bancos centrais, e audiências com executivos de instituições bancárias internacionais e responsáveis de várias instituições de Bretton Woods e alta finança internacional.

A ministra das finanças, Vera Daves está cotada para participar na reunião do G-20, com Ministros e Governadores, no encontro do Grupo Consultivo Africano (African Caucus), com a directora-geral do FMI, Kristalina Georgieva, com o director do Departamento dos Assuntos Africanos do FMI, Abebe Selassie, e com o presidente, Ajay Banga, bem como com as vice-presidentes para a África Austral e Oriental, e para o Desenvolvimento Humano do Grupo Banco Mundial, Victória Kwakwa e Mamta Murthi, respectivamente.

Na agenda do certame,  constam outros eventos que vão contar com a participação angolana, como o encontro com o departamento monetário e de capitais e também com representantes de instituições bancárias, casos do Deutsche Bank, Crédit Agricole Bank, Citi Bank, Bank Trust & Co e o Afreximbank.

As Reuniões de Primavera dos conselhos de governadores do Grupo Banco Mundial-GBM e do Fundo Monetário Internacional-FMI acontecem anualmente, e juntam responsáveis dos bancos centrais, ministros das Finanças e do Desenvolvimento, deputados, empresários do sector privado, representantes de organizações da sociedade civil e académicos para debater as perspectivas económicas mundiais, a erradicação da pobreza, o desenvolvimento económico e a eficiência de apoios.

O programa do evento é composto por seminários e briefings regionais, entre outros, focados na economia global, no desenvolvimento internacional e no sistema financeiro mundial.

Angola é membro do Banco Mundial e do Fundo Monetário Internacional desde 1989 e, nos últimos anos, tem vindo a cimentar a sua relação com estas instituições, mediante programas específicos, tendo em vista a melhoria da gestão e consolidação das contas nacionais, aperfeiçoamento dos mecanismos de investimento e a promoção do crescimento económico.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Solverwp- WordPress Theme and Plugin