Fomento da produção interna desacelera subida de preços

O aumento da produção interna de bens alimentares, suportado pelas políticas públicas de fomento ao crédito agrícola, disponibilização de garantia soberana às operações de financiamento ao sector privado, entre outras, estão a impactar na redução do aumento dos preços, comprovam os dados do Instituto Nacional de Estatística, que em Março registam que a taxa de inflação mensal, medida pela variação do IPCN-Índice de Preço no Consumidor Nacional, fixou-se em 2,54% contra 2,58% observado no mês anterior, o que representa um abrandamento no ritmo de crescimento de preços de 0,04 pontos percentuais.

Outro factor que contribuiu para a baixa dos preços, relativamente ao mês de Fevereiro, sob inflação marginal negativa (aumento adicional de preços), foi a estabilização do mercado cambial, que nos primeiros três meses do ano em curso, apresentou uma depreciação acumulada da moeda nacional de apenas 0,46% face ao dólar norte-americano, fruto da regularização da oferta de divisas. Assim como, a consolidação das contas públicas, ao registar uma redução do seu défice fiscal durante o primeiro trimestre de 2024.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Solverwp- WordPress Theme and Plugin