Banco Millennium Atlântico lança reporte no domínio da sustentabilidade

Á margem de suas responsabilidades sociais, e no âmbito de seu contínuo compromisso com a sustentabilidade, alinhamento com as melhores práticas internacionais, e os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) da ONU, o Banco Millennium Atlântico apresenta o seu Caderno de Sustentabilidade referente ao exercício de 2023, uma resenha das iniciativas e resultados alcançados pela instituição bancária a nível ambiental, social e de governança (ESG – Environmental, Social, Governance), com destaque para as acções implementadas pelo Banco para promover um impacto positivo nas comunidades onde opera, e no meio ambiente.

“É com grande satisfação que partilhamos os resultados alcançados no exercício agora encerrado, bem como as reflexões e as linhas orientadoras que nos guiam na transformação de vidas, rumo a um futuro mais sustentável para todos”, cravou António Assis, Presidente do Conselho de Administração do Banco Atlântico, sublinhando em nota enviada á Líder Magazine, a importância da publicação.

No que toca a questões ambientais, o documento destaca duas acções especificas, dentre elas: A definição de critérios ambientais nas operações do Atlântico, e a promoção de programas de literacia e sensibilização ambiental.

Já, no que concerne aos aspectos sociais, sobressaem-se a promoção de programas de inclusão financeira e transformação social, incluindo o sistema de pagamentos *400# Agiliza, que ultrapassou a marca de um milhão de utilizadores, e também o reconhecimento granjeado com a atribuição do Prémio de Responsabilidade Social 2023, pela Forbes África Lusófona.

Por sua vez, a implementação de um modelo robusto de governança que integra princípios éticos e de negócio responsável; e a parceria com o IFC- International Finance Corporation para a implementação do SGAS- Sistema de Gestão Ambiental e Social, foram as acçoes do banco em destaque, no que tange a questão da governança.

Com os olhos postos no futuro, e nos termos do futuro imediato, o Millennium Atlântico traça no seu Caderno de Sustentabilidade dois compromissos relevantes, a saber: honrar a adesão ao Pacto Global das Nações Unidas e o compromisso com os dez princípios fundamentais em áreas como direitos humanos, trabalho digno, protecção do meio ambiente e combate à corrupção. O Banco conta ainda continuar a publicação trimestral de artigos de research sobre temas de sustentabilidade, de modos a contribuir para o aumento da literacia e do conhecimento sobre tais questões.

Alinhada ao compromisso com a inovação digital e inclusão financeira, a instituição financeira fundada em 2006 mantém o foco na sua missão, que passa por ser uma instituição de referência em Angola e no mundo, focada na excelência da experiência do Cliente e na transformação de vidas. Pelo que, seguirá engajado na sua jornada em prol dos da Sustentabilidade e dos Objectivos de Desenvolvimento Sustentável.

”Estamos comprometidos com a continuidade da nossa jornada para a sustentabilidade, e com a apresentação da nossa primeira estratégia de sustentabilidade para o período de 2024 a 2028. Este plano será acompanhado pela publicação do nosso primeiro Relatório de Sustentabilidade em 2025, referente ao exercício de 2024, alinhado com as melhores práticas de relato a nível internacional”, afirmou o Presidente da Comissão Executiva, Miguel Raposo Alves.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Solverwp- WordPress Theme and Plugin