EDITORIAL

Hilariana Domingos

Directora

"A agricultura é a base e a indústria o factor decisivo” 

Angola enfrenta o desafio de diversificar a sua economia para além do setor petrolífero. A estratégia nacional enfatiza a revitalização de outros sectores, com destaque para a agricultura e a indústria. A burocracia, o acesso limitado à terra, infraestruturas deficientes e a tradicional produção para o mercado informal são entraves significativos.

Especialistas e operadores salientam projectos inovadores no setor primário, como o Agro-PRODESI, que visa aumentar a produção agrícola, e outros programas como o Projecto de Desenvolvimento da Agricultura Comercial (PDAC), o Programa para o Aumento da Produtividade Agrária na África Austral (APPSA) e o Projecto de Agricultura Familiar e Comercialização (MOSAP), que visam dinamizar a agricultura industrial e familiar.

A visão de Agostinho Neto, que via a agricultura como pilar do desenvolvimento económico e a industrialização como elemento chave, ganha força se tivermos em conta o contexto socioeconómico de África, continente no qual a agricultura representa 35% do PIB e emprega cerca de metade da sua população.

Além disso, nesta edição, partilhamos experiências de agro-empreendedores que utilizam tecnologia para revitalizar o sector agrícola em diferentes regiões.

Em destaque, a entrevista com um estrategista e visionário brasileiro angolano, cujos laços com Angola começaram a ser tecidos em 1984, à época, na qualidade de director de Trading para a rede de supermercados brasileira Disco SA. Ele ajudou a facilitar a compra de alimentos básicos a granel pelo Governo angolano durante o período da Guerra Civil. Valdomiro Minoru Dondo é o Líder desta revista.

O empresário contribuiu para o crescimento e diversificação económica de Angola através de inúmeros negócios, investimentos e iniciativas filantrópicas ao longo das últimas quatro décadas. Numa altura em que a economia angolana era dominada pela indústria extractiva, Minoru anteviu o potencial do sector de consumo: liderou a criação do primeiro centro comercial do país, investiu nos sectores imobiliários e da construção civil, desempenhou um papel crítico no desenvolvimento do sistema de transporte urbano e interurbano e contribuiu para o desenvolvimento do sistema de saúde.

Finalmente, a edição homenageia quatro mulheres inspiradoras de diferentes setores – Cultura, Desporto, Política e Área Social – destacando as suas jornadas marcadas por resiliência e inovação. Antecipamos também as nossas felicitações a todas as mulheres pelo Dia Internacional da Mulher, celebrando as suas conquistas e relembrando as desigualdades de gênero que ainda persistem.

Solverwp- WordPress Theme and Plugin